ONDE FOI PARAR O TEMPO?

  Quando eu era guri, havia mais terrenos baldios, e menos canais de televisão. Mais cachorros vadios e menos carros na rua. Havia até carroças na rua, em plena São Paulo. E carroceiros fazendo o pregão dos legumes. Havia mascates batendo de porta em porta – convenientes ou não. E mendigos pedindo pão velho. Por …

Continue lendo ONDE FOI PARAR O TEMPO?