coragem, engano, mentira

O GORILA E O LEÃO

GorillaandAfricanlioncomparison

Um homem estava desempregado. Um dia, aceitou trabalhar num circo, fazendo o papel de gorila. Usando uma fantasia de King Kong, teria que fazer gestos, trejeitos, virar cambalhotas, coçar-se, enfim, fazer tudo o que faz um gorila de verdade. Treinou bastante, fazendo acrobacia e saltando, inclusive, por cima da jaula do leão. No ensaio, tudo saiu muito bem. – “Vai ser um sucesso” – pensou.

Chegou a hora do show. O circo estava lotado. Luzes, assobios, aplausos… Nosso amigo, o gorila de mentira, entrou em cena. Tal como nos ensaios, rodopiou no ar pra lá e pra cá. A certa altura, porém, cometeu um pequeno erro de cálculo ao saltar sobre a jaula do leão e… Caiu lá dentro! Cara a cara com o rei dos animais, começou a gritar histérico e tomado de pânico:

— Socorro, socorro!!!

A multidão ficou de pé e de olhos arregalados, fez completo silêncio.

O leão veio se aproximando de mansinho…

— Socorro, socorro!!! — Gritava o gorila desesperado, já esperando o pior. O leão veio chegando, chegando e cochichou enérgico para o gorila:

— Cale essa boca, seu bobalhão, senão nós dois vamos perder o emprego.
É impossível fingir o tempo inteiro. Não conseguimos por muito tempo exibir do lado de fora o que não somos do lado de dentro. Sempre chegará a hora do confronto com o leão, e aí…
“Pois nada há encoberto que não haja de ser manifesto, e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto.” (Marcos 4:22)

Drama, Fábula, leoes

LÁ VEM O LEÃO…

 

145

Estavam no meio da mata um americano e um japonês. De repente, ouviu-se o rugido de um leão. Os dois homens se olharam. Imaginem o que devem ter pensado. O japonês sentou-se num toco de árvore, retirou a pesada bota que estava utilizando e colocou um tênis muito mais leve e macio. O americano, desesperado, reclamou:

– Japonês, temos que pensar em algo; o leão vai nos devorar. Será que você acha que com esse tênis vai correr mais que o leão?

– Não seja tolo – disse o japonês. – Basta que eu corra mais que você

Sabedoria

O LEÃO E A RAPOSA

The_Old_Lion_and_the_Fox_by_reginaroff

Deu-se por doente um leão; foram-no visitar os animais; quantos, porém, entravam na cova, lá ficavam. Chegou enfim, a raposa; astuta, parando na porta perguntou como estava o enfermo.

— Entre, disse-lhe a leoa enfermeira.

— Não é necessário, tornou a raposa; a casa deve estar cheia de convidados: pois vejo no chão muitas pegadas de quem entra, e nenhuma de quem sai; tantas visitas hão de muito incomodar ao enfermo. A astúcia livrou-a.

MORAL: Quem olhar para as pegadas dos que o tiverem precedido; evitará muitas desgraças.

( Esopo )