engano, Honra, mentira, Valor

Mentiras

 

is.jpg

Três estudantes não fizeram um exame, porque não estudaram. Eles elaboraram um plano; sujaram-se com graxa, óleo e gasolina e foram ao professor:
“Professor, pedimos desculpas. Não pudemos vir ao exame, pois estávamos num casamento e no caminho de volta o carro quebrou, por isso estamos tão sujos, como pode ver”.
O professor entendeu e deu-lhes três dias para se prepararem. Apos três dias, eles foram ao exame muito bem preparados porque tinham estudado.

O professor colocou-os em salas separadas e aplicou a prova que tinha apenas 4 perguntas:

1. Quem casou com quem?
2. Que horas o carro quebrou?
3. Onde exatamente o carro quebrou?
4. Qual é a marca do carro?

NOTA: Se as respostas forem idênticas, estarão aprovados.
Boa Sorte !

Ser honesto significa escolher não mentir, roubar, enganar ou trapacear de modo algum. Quando somos honestos, desenvolvemos a força de caráter .

A honestidade não é para poucos, mas para todos.

Erro, Perdão

NO PRIMEIRO ERRO

14183774_10207521230571129_7160468759673234409_n

“O Último Rei da comunidade tinha dez cães selvagens. Ele usava para torturar e comer qualquer um dos seus servidores que cometesse um erro.
Um dos servos disse algo errado e o rei já não gostava dele. Então ele ordenou que o servo deveria ser jogado aos cães.
O servo disse: “Eu o servi por dez anos, e você faz isso comigo por favor me dê dez dias antes de me jogar aos cães?” E o rei lhe concedeu.
Nesses dez dias, o servo foi para o guarda que lida com cães e disse que gostaria de servir os cães durante os próximos dez dias. O guarda estava confuso, mas concordou e ao servo foi dedicado a alimentar os cães, limpeza, e banhar-los com todo o conforto para eles.
Quando os dez dias acabram, o rei ordenou que o servo fosse jogado aos cães como punição. Quando foi lançado, todo mundo ficou surpreso ao ver apenas os cães vorazes lamber os pés do servo!
O rei, perplexo com o que estava vendo, disse:
“O que aconteceu com meus cães?”
O servo respondeu: “Eu servi os cães apenas dez dias e não esqueceram os meus serviços, no entanto, eu o servi por dez anos e você se esqueceu de tudo, no meu primeiro erro.”
O rei percebeu seu erro e ordenou que o servo fosse salvo “.

Dedicado a todos aqueles que se esquecem as coisas boas que uma pessoa fez por eles e assim que a pessoa comete um erro, eles há a condenam.

coragem, engano, mentira

O GORILA E O LEÃO

GorillaandAfricanlioncomparison

Um homem estava desempregado. Um dia, aceitou trabalhar num circo, fazendo o papel de gorila. Usando uma fantasia de King Kong, teria que fazer gestos, trejeitos, virar cambalhotas, coçar-se, enfim, fazer tudo o que faz um gorila de verdade. Treinou bastante, fazendo acrobacia e saltando, inclusive, por cima da jaula do leão. No ensaio, tudo saiu muito bem. – “Vai ser um sucesso” – pensou.

Chegou a hora do show. O circo estava lotado. Luzes, assobios, aplausos… Nosso amigo, o gorila de mentira, entrou em cena. Tal como nos ensaios, rodopiou no ar pra lá e pra cá. A certa altura, porém, cometeu um pequeno erro de cálculo ao saltar sobre a jaula do leão e… Caiu lá dentro! Cara a cara com o rei dos animais, começou a gritar histérico e tomado de pânico:

— Socorro, socorro!!!

A multidão ficou de pé e de olhos arregalados, fez completo silêncio.

O leão veio se aproximando de mansinho…

— Socorro, socorro!!! — Gritava o gorila desesperado, já esperando o pior. O leão veio chegando, chegando e cochichou enérgico para o gorila:

— Cale essa boca, seu bobalhão, senão nós dois vamos perder o emprego.
É impossível fingir o tempo inteiro. Não conseguimos por muito tempo exibir do lado de fora o que não somos do lado de dentro. Sempre chegará a hora do confronto com o leão, e aí…
“Pois nada há encoberto que não haja de ser manifesto, e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto.” (Marcos 4:22)

engano, Grito

SOLTE A PANELA

158753-600x600-1

Um grande urso, vagando pela floresta, percebeu que um acampamento estava vazio, foi até a fogueira, ardendo em brasas, e dela tirou um panelão de comida. Quando a tina já estava fora da fogueira, o urso a abraçou com toda sua força e enfiou a cabeça dentro dela, devorando tudo. Enquanto abraçava a panela, começou a perceber algo lhe atingindo. Na verdade, era o calor da tina…
Ele estava sendo queimado nas patas, no peito e por onde mais a panela encostava. O urso nunca havia experimentado aquela sensação e, então, interpretou as queimaduras pelo seu corpo como uma coisa que queria lhe tirar a comida. Começou a urrar muito alto. E, quanto mais alto rugia, mais apertava a panela quente contra seu imenso corpo. Quanto mais a tina quente lhe queimava, mais ele apertava contra o seu corpo e mais alto ainda rugia.
Quando os caçadores chegaram ao acampamento, encontraram o urso recostado a uma árvore próxima à fogueira, segurando a tina de comida. O urso tinha tantas queimaduras que o fizeram grudar na panela e, seu imenso corpo, mesmo morto, ainda mantinha a expressão de estar rugindo.

Moral: Quando terminei de ouvir esta história, percebi que, em nossa vida, por muitas vezes, abraçamos certas coisas que julgamos ser importantes. Algumas delas nos fazem gemer de dor, nos queimam por fora e por dentro, e mesmo assim, ainda as julgamos importantes. Temos medo de abandoná-las e esse medo nos coloca numa situação de sofrimento, de desespero. Apertamos essas coisas contra nossos corações e terminamos derrotados por algo que tanto protegemos, acreditamos e defendemos.
Para que tudo dê certo em sua vida, é necessário reconhecer, em certos momentos, que nem sempre o que parece bom vai lhe fazer bem. Tenha a coragem e a visão que o urso não teve. Tire de seu caminho tudo aquilo que faz seu coração arder. Solte a panela!

 

——————————————————————————————————————————-

 

engano, Fraude, mentira, propaganda enganosa

Pulseiras da PowerBalance não funcionam

Pulseiras da PowerBalance não funcionam, admite empresa

Você deve conhecer as pulseiras da PowerBalance: popularizadas por esportistas como Neymar, Cristiano Ronaldo e Rubens Barrichello, elas viraram modinha entre as pessoas em geral. Custando pelo menos R$100 cada, as pulseiras prometem dar resistência, flexibilidade e harmonia a corpo e mente. Não acho que isto vá chocar muita gente, mas a fabricante destes braceletes de plástico com colantes de holograma admitiu que “não há provas científicas confiáveis que sustentem as afirmações [deles], e portanto [eles] assumiram uma conduta enganosa”. Eis a declaração deles:

Em nossas propagandas, nós afirmamos que os braceletes Power Balance melhoram seu vigor, equilíbrio e flexibilidade.

Nós admitimos que não há provas científicas confiáveis que sustentem nossas afirmações, e portanto nós assumimos uma conduta enganosa, em violação da s52 do Trade Practices Act 1974.

Se você acredita ter sido lesado por nossa propaganda, nós pedimos desculpas e oferecemos reembolso integral.

Eles tiveram que publicar isto na mídia australiana. A empresa está sob ataque por associações de consumidores na Europa por causa das afirmações questionáveis e bobagens pseudocientíficas que eles vêm divulgando, mas esta parece ser a primeira vez em que uma autoridade regulatória os fez admitir que as afirmações deles são simplesmente fraude.

(informação do site GIZMODO BRASIL, http://www.gizmodo.com.br)

_______________________________________________________________