felicidade, reflexão

Ser feliz é deixar de ser vítima

imagem-destacada-a-ressignificacao-da-felicidade-somos-felizes-e-nao-sabemos-1024x769.png

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Augusto Cury

Exemplo

CIDADE DOS BURACOS

Untitled-1

…..esta cidade não estava habitada pôr pessoas, mas, pôr buracos. Buracos viventes…

Havia buracos ostentosos, de mármore e buracos humildes, de tijolos. Um certo dia chegou uma noticia que passou a ser moda:….. O IMPORTANTE E O INTERIOR E NÃO O EXTERIOR!!

E foi assim que os buracos começaram a se encher de coisas de ouro, jóias. Outros, mais práticos, de eletrodomésticos. Alguns, de arte ou instrumentos musicais. Os intelectuais encheram-se de livros. A maioria dos buracos encheu-se a tal ponto que não cabia mais nada.

Para solucionar isto, começaram a se alargarem. Mas um pequeno buraco percebeu que se todos fizessem o mesmo, em pouco tempo a cidade se transformaria em um único buraco…..
e… ai tudo mundo perderia a sua identidade.

Ai ocorreu-lhe uma idéia, que uma outra forma de aumentar a sua capacidade seria se aprofundando em lugar de se alargar. Mas, percebeu que se aprofundar lhe seria impossível pôr causa de tudo aquilo que ele já continha, decidiu então se esvaziar do seu conteúdo.
Primeiro, teve medo ao vazio, mas quando percebeu de que não existia alguma outra possibilidade, assim o fez.

Um dia, de tão profundo, achou água. Nunca antes outro buraco tinha achado água! Nesse lugar quase nem chovia e a água extra permitiu que as paredes do buraco se cobrissem de verde, e assim, o chamaram de: O Manancial.

Os outros buracos queriam a água, mas quando perceberam que se teriam que se esvaziar, preferiram continuar a se alargarem e a se encherem de coisas inúteis.

Outro buraco, na outra ponta da cidade, conseguiu se esvaziar e chegar na água, criando assim um oásis.

Os dois buracos perceberam então, que a água que tinham achado, era a mesma.

Tinham então um novo ponto de contato, a comunicação profunda que só conseguem entre sim, aqueles que tem a coragem de se esvaziarem de seus conteúdos e buscar no profundo do seu ser aquilo que tem para dar e compartilhar.

João 4:13

Replicou-lhe Jesus:  “Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna”.

Marcos 8:34

“E chamando a si a multidão com os discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me”.

Motivacional

O RIO E O OCEANO

screenshot

Diz-se que, mesmo antes de um rio cair no oceano ele treme
de medo.
Olha para trás, para toda a jornada,os cumes, as montanhas,
o longo caminho sinuoso através das florestas, através dos
povoados, e vê à sua frente um oceano tão vasto que entrar
nele nada mais é do que desaparecer para sempre.
Mas não há outra maneira. O rio não pode voltar.
Ninguém pode voltar.Voltar é impossível na existência. Você
pode apenas ir em frente.
O rio precisa se arriscar e entrar no oceano.
E somente quando ele entra no oceano é que o medo
desaparece.
Porque apenas então o rio saberá que não se trata de
desaparecer no oceano, mas tornar-se oceano.
Por um lado é desaparecimento e por outro lado é
renascimento.
Assim somos nós.
Só podemos ir em frente e arriscar.
Coragem !! Torne-se Oceano!!!