Confiar, Conto, Obedecer

O que você quer de mim meu filho?

Esta é a história de um alpinista que sempre buscava superar mais e mais desafios. Ele resolveu depois de muitos anos de preparação escalar o Aconcágua. Mas ele queria a glória somente para ele, e resolveu escalar sozinho sem nenhum companheiro, o que seria natural no caso de uma escalada dessa dificuldade.
Começou a subir e foi ficando cada vez mais tarde, e porque não havia se preparado para acampar, resolveu seguir a escalada decidido a atingir o topo. Escureceu, e a noite caiu como um breu nas alturas da montanha, e não era possível mais enxergar um palmo à frente do nariz, não se via absolutamente nada! Tudo era escuridão. Zero de visibilidade.
Não havia Lua e as estrelas estavam coberta pelas nuvens. Subindo por uma “parede” a apenas 100 m. do topo ele escorregou e caiu … Caia a uma velocidade vertiginosa. Somente conseguia ver as manchas que passavam cada vez mais rápidas na mesma escuridão, e sentia a terrível sensação de ser sugado pela força da gravidade. Ele continuava caindo… e nesses angustiantes momentos passaram por sua mente todos os momentos felizes e tristes que já havia vivido em sua vida.
De repente ele sentiu um puxão forte, que quase o partiu pela metade… Shack! Como todo alpinista experimentado, havia cravado estacas de segurança com grampos a uma corda comprida que fixou em sua cintura. Nesses momentos de silêncio suspendido pelos ares na completa escuridão, não havia nada a fazer a não ser gritar:

– Ó meu Deus me ajude!
De repente, uma voz grave e profunda vinda dos céus respondeu:
– O que você quer de mim meu filho?
– Salve-me meu Deus, por favor!
– Você realmente acredita que eu possa te salvar?
– Eu tenho certeza, meu Deus!
– Então, corte a corda que te mantém pendurado…

Ouve um momento de silêncio e reflexão. O homem se agarrou mais ainda a corda e refletiu que se fizesse isso morreria…

Conta o pessoal de resgate que ao realizar as buscas encontrou um alpinista congelado, morto, agarrado com força com suas duas mãos a uma corda… a tão-somente meio metro do chão.

Confiar

ACREDITAR E CONFIAR

Equilibrista Nik Wallenda durante a tentativa bem sucedida. - Foto Craig Lenihan AP

 

Vivemos tempos difíceis… Os caminhos transformam-se  em vielas,
as vielas em trilhas e as trilhas somem no meio de tantas opiniões
e teorias de como viver de verdade! Lembro-me de uma história que
ouvi e nunca mais esqueci, a respeito da diferença entre confiar e
acreditar.

Conta-se que um grande e famoso equilibrista decidiu
atravessar de um prédio para outro, sobre uma corda, em cima de uma
bicicleta. Logo a imprensa noticiou, cartazes foram espalhados,
não se falava em outra coisa pela cidade. No dia marcado a cidade
inteira parecia estar presente, disputando cada ponto ao redor do
acontecimento. A corda balançava ao vento… A imprensa se posicionou
em lugares estratégicos, e o equilibrista finalmente chegou com seu
aparato para realizar a façanha. O silêncio só era quebrado quando o homem,
açoitado pelo vento, balançava perigosamente sobre o abismo entre os prédios,
dava uma parada e prosseguia para seu destino… Quando finalmente o
equilibrista completou o desafio, a imprensa o cercou e encheu de perguntas
e elogios. A população  aplaudia… Foi quando um gaiato da imprensa, querendo
se destacar diante dos seus colegas, disse ao homem:
– Eu sabia que você conseguiria, nunca duvidei, afinal você é o melhor equilibrista do mundo!
O equilibrista  questionou:
– Quer dizer que você sabia que eu conseguiria? – Claro, não tinha a menor dúvida.
– Então você acredita que se eu tentar voltar agora eu conseguirei novamente?
– Lógico! O equilibrista sorriu e disse:
– Diante de tanta fé, sou obrigado a pedir pra que você suba para fazermos o caminho de volta…
O jornalista pálido de medo e vergonha desconversou e sumiu em meio aos seus colegas…
Essa ilustração demonstra muito bem como muitos lidam com a “fé”, pois: acreditam em Deus,
dizem ter fé e confiar, mas na hora de subir “na bicicleta” e provar a sua fé recuam,
não se lançam nos braços de Deus não confiando a Ele suas vidas. Sabem que Deus é Poderoso e
que Ele opera sinais e maravilhas. Vibram quando ouvem testemunhos de pessoas que tiveram
experiências sobrenaturais com o Poder do Senhor, até compartilham com entusiasmo essas experiências.

PORÉM… SÃO PESSOAS QUE ACREDITAM MAS NÃO CONFIAM

E você já subiu na “NA BICICLETA” ?