Amor, Comunhão, Vida

Um inocente morreu de braços abertos…

Quando tudo estiver passado não vamos esquecer o que passamos juntos o que sofremos e o que choramos
porque uma coisa que mais senti nesse isolamento foi a falta de um abraço, passamos tão rápido por esse mundo
e não damos conta do que de mais temos de valor, as pessoas, o amor de nossas famílias, o amor de nossos amigos
no abraço expressamos sem palavras o quanto me importo com você, o quanto você é importante para mim.
Portanto iremos sair mais fortes e mais sensíveis com a dor do próximo, lembre-se que um dia um inocente
morreu de braços abertos para que eu e você possamos viver sem o peso do pecado. O segundo mandamento
“amar o próximo como a ti mesmo” JESUS TE AMA.

Comunhão, coragem, Deus

Ação Espírito Santo na Guatemala

Bispo,

Como o senhor já deve saber, na Guatemala há muita criminalidade e, devido a isso, muitos vivem com medo, inclusive bandidos já entraram em algumas de nossas igrejas para ameaçar os pastores, mas graças a Deus nunca fizeram nada.

Há 7 meses, 6 homens armados até os dentes entraram em uma de nossas igrejas e quiseram levar o carro, ameaçando entrar na casa do pastor que morava em cima da igreja, mas nada ocorreu. Há uns dias, essa mesma igreja, já com outro pastor, foi novamente visitada pelos mesmos bandidos fortemente armados. Eles já chegaram dizendo que sabiam que era outro pastor e que tinham avisado que voltariam para levar tudo, pois se a igreja havia trocado de pastor para tentar evitar o roubo, não ia adiantar!

Mas a reação do pastor foi o mais engraçado, ele respondeu o seguinte para os bandidos:

– Olha, se você quiser levar tudo aqui pode levar, você está roubando a Deus. Você já roubou algo dEle?

Aí, um dos bandidos respondeu:
– Sim, pastor, eu já roubei e me dei mal!

O pastor disse:
– Olha, você sabia que eu vou toda semana lá no presídio orar pelos seus amigos?

O bandido respondeu:
– Não sabia não, você tá falando a verdade?

Aí o bandido começou a fazer perguntas ao pastor, tais como o nome dos carcereiros, nome do encarregado do presídio etc., só para ver se realmente era verdade que o pastor ia lá.

Depois, eles foram embora, mas retornaram no dia seguinte. Novamente os 6 homens armados chegaram à igreja e foram recebidos pelo pastor, aí o líder deles falou assim:

– Olha, nós fomos procurar saber se era verdade que você ia lá na prisão orar pelos nossos amigos presos, e descobrimos que é verdade. Inclusive, alguns deles nos pediram para não tocar nessa igreja, para cuidar de vocês, pois vocês são realmente homens de Deus!

Olha que forte, bispo!

Um deles disse assim:
– Não vamos roubar nada, mas como muitos comerciantes fazem aqui, e até igrejas, você vai nos pagar uma valor mensal para que a gente não roube a igreja de vocês!

O pastor respondeu:
– Rapaz, eu não posso e não vou te dar nada, eu não tenho nada, tudo aqui é de Deus!

Os bandidos ficaram abismados com a coragem do pastor e disseram assim:

– Bem que disseram que vocês dessa igreja são diferentes, tem um monte de igrejas que nos paga por medo e você nem está com medo da gente… Olha, então está bom! Vamos proteger vocês, ninguém aqui vai tocar em vocês!

E o pastor disse:
– Quem nos protege é Deus, rapaz!

Aí o bandido disse:
– Está bem, pastor! Então me doe umas roupas.

E o pastor marcou para que eles voltassem outro dia para buscar as roupas de doação!

É muito forte, bispo, pois aqui os bandidos fazem muita “extorsão”. Eles ameaçam comerciantes, motoristas de ônibus e até igrejas, que se não pagarem uma mensalidade, eles matam. E matam mesmo, bispo! Todos os dias saem notícias de assassinatos por essa razão no país, e olha só como nosso Deus e o trabalho no presídio faz toda diferença.

Faz pouco tempo que conseguimos entrar formalmente no presídio, pois aqui eles colocam muitos empecilhos, mas graças a Deus conseguimos e olha só o resultado! Plantamos para o céu e colhemos aqui na terra!

Muito forte!
Um abraço para senhor e a dona Ester!

Comunhão, Conquista, Deus, ensino

MEU PAI, “COMEÇA O COMEÇO!”

shutterstock_11167330

Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: – “pai, começa o começo!”. O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos. Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.

Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais criança. Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho.

Hoje, minhas “tangerinas” são outras. Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes,  dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.

Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis…..

Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta. O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao meu lado. Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.

Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus:

“Pai, começa o começo!”. Ele não só “começará o começo”, mas resolverá toda a situação para você.

Não sei que tipo de dificuldade eu e você estaremos enfrentando ou encontraremos nesse ano. Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: “Pai, começa o começo”.

Comunhão,

FALAR COM DEUS

falar-com-Deus-300x200

Lembro quando morava com minha mãe, na época com meus 24 anos e já me preparando para me casar, casa comprada, mobiliada. Lembro das vezes que chamava minha mãe, (dona Didi esposa do seu Badinho) para ir a igreja comigo, ela sempre dava a mesma resposta.
meu filho eu falo com Deus aqui em casa mesmo, antes de dormir eu faço minha oração agradecendo a Ele pela minha vida e saúde, oro pelos meus filhos, eu sempre falo com Deus.
Eu respondia pra ela
Realmente podemos falar com Deus em qualquer lugar, basta crer, Mas mãe na casa de Deus é diferente, ouvir a a sua palavra, buscar a presença Dele, na igreja a senhora vai ver que é diferente.

Bom nunca consegui convence-la da importância da igreja. Até que chegou o dia que eu ia sair de casa e viver minha vida. Quando abracei e pedi sua benção ( é… no meu tempo se pedia a benção sempre que saia de casa) e falei mais uma vez pra ela sobre a Casa de Deus, a resposta foi a mesma de sempre. Quando me despedia, ela me disse.
Meu filho não se esqueça de mim… lembre que você tem uma mãe… venha me ver.

Foi ai que acendeu a luz, e disse
Mãe pode deixar que vou lembrar da senhora, ( também no meu tempo se chamava mãe de senhora) lá em casa vai ter telefone e eu ligo pra pedir a sua benção.
Ah meu filho mas não é a mesma coisa! Meu rosto se iluminou por ouvir isso, porque me deu a oportunidade de faze-la entender
Então mãe, assim a senhora como mãe, não quer apenas ouvir seu filho de casa lhe falando por telefone, o que a faz acreditar que nosso Pai Celeste, fica feliz apenas em te ouvir de casa falando com Ele?
Ela me olhou sem dizer nada, eu a abracei mas uma vez, beijei sua testa e fui embora, deixando ela com essas palavras.

Algum tempo depois, me pediu para leva-la a igreja, o que fiz com muita alegria.