cicatriz, Conto, Drama, Gratidão

Cicatrizes

casa-do-lago

Num dia caloroso de verão no sul da Florida, um garoto decidiu ir
nadar no lago atrás de sua casa.
Saiu correndo pela porta traseira, se jogou na água e ficou nadando feliz.
Sua mãe desde a casa olhava pela janela, e viu com horror o que estava acontecendo.
Em seguida correu atrás de seu filho gritando o mais forte que podia.
Ouvindo a mãe, o menino se tocou, olhou e foi nadando ate ela. Porém era tarde, muito tarde.
A mãe conseguiu agarrar o menino pelos braços justo quando o animal agarrava suas pernas.
A mulher lutava determinada, com toda a força do seu coração.
O crocodilo era mais forte, mas a mãe era muito mais apaixonada e seu amor não a abandonava.
Um senhor que escutou os gritos correu para o lugar com. uma pistola e matou o crocodilo.
O menino sobreviveu e, ainda que suas pernas tenham sofrido bastante, ele pôde voltar a caminhar.
Quando saiu do trauma, um enfermeiro lhe perguntou se ele queria mostrar as cicatrizes das suas pernas.
O menino levantou o lençol e mostrou ao rapaz, então, com grande orgulho e arregaçando as mangas
ele disse:
– Mas as que você deve ver são estas.
Eram as marcas das unhas da sua mãe que haviam pressionado  com força sua pele.
– As tenho porque mamãe não me soltou e salvou minha vida.

Moral da Historia: Nos também temos cicatrizes de um passado doloroso
algumas foram causadas por nossos pecados, por pequenas ou grandes falhas,
por desobediência, porem algumas foram das unhas de Deus que nos segurou
com força para que não caíssemos nas garras do mal. Deus te abençoe sempre,
mas lembra que se alguma vez doeu tua alma,
foi porque Deus te agarrou bem forte para que não caísses.

 

Amor, cicatriz

IMPERFEIÇÕES

rosto2

A fotógrafa Victoria Caroline Haltom, conhecida por registrar ensaios sensuais, compartilhou a mensagem de um marido que recebeu fotos da esposa e ficou triste e pensativo com o que viu.

Segundo a publicação de Victoria, feita em sua página profissional no Facebook, no ano passado, uma mulher veio até ela com a intenção de fazer o ensaio sensual para apimentar a relação com o marido. A mulher, que vive em San Antonio, no Texas (EUA), fez um pedido.

“Ela me olhou nos olhos e disse: ‘eu quero que você remova todas as minhas celulites, estrias, gordurinhas localizadas e rugas… apenas faça isso. Eu quero me sentir maravilhosa ao menos uma vez’.”, conta Victoria na publicação, que já teve mais de 1,600 compartilhamentos desde segunda-feira (12).

Victoria atendeu o pedido. Após o ensaio, ela foi para casa e fez cada marca do corpo da mulher desaparecer. Seria só mais um trabalho feito se o marido da mulher, que recebeu as fotos como presente da esposa, não tivesse escrito algo que a fez pensar sobre a edição de imagens. 

A fotógrafa conta que recebeu uma mensagem emocionante de um homem que se identificava como o marido da cliente. Ele diz que recebeu o álbum, elogia o trabalho fotográfico dela, mas que ficou chateado. 

Leia o desabafo do homem:

“Estou com a minha esposa desde que os nossos 18 anos, e temos duas lindas crianças juntos. Tivemos vários altos e baixos durante esses anos, e eu acho… bem, na verdade eu sei que minha esposa fez essas fotos para ‘apimentar as coisas'”, começa ele. “Às vezes, ela diz que eu não devo a achar atraente, que ela não me culparia se eu encontrasse uma mulher mais nova. Quando eu abri o álbum, meu coração afundou. Essas fotos… não são da minha esposa. Você fez cada um de seus ‘defeitos’ desaparecer… e mesmo que eu tenha certeza de que foi exatamente o que ela te pediu, isso joga fora tudo o que faz a sua vida”, acrescenta o marido.

“Quando você apaga as suas estrias, você retira a documentação dos meus filhos. Quando você apaga as suas rugas, você retira duas décadas de sorrisos e nossas preocupações. Quando você apaga as suas celulites, você retira o seu amor por cozinhar e todas as coisas boas que você comeu nestes anos. Não estou dizendo isto para que você se sinta mal, você está apenas fazendo o seu trabalho e eu entendo. Na verdade, estou escrevendo para agradecer. Ver essas fotos me fez perceber que, honestamente, não tenho dito à minha mulher o quanto a amo e a adoro do jeito que é”, continua ele. “Ela pensou que essas imagens com Photoshop eram tudo o que queria e gostaria que ela fosse. Eu tenho que fazer melhor, e pelo resto dos meus dias eu vou celebrar a minha mulher em toda a sua imperfeição. Obrigado por me lembrar”, termina ele.

A fotógrafa justifica a publicação da carta como um encorajamento e pedido para as mulheres pensarem duas vezes antes de alterarem quem são. “Os seus companheiros admiram e amam vocês do jeito que são”, diz ela, acrescentando que chorou feito criança ao ler o e-mail. “Aceite-se como você é”, escreveu ela. 

cicatriz

LIÇÃO DE VIDA

manchas-de-idade-nas-mãos

 

Um jovem foi se candidatar a um alto cargo em uma grande empresa . Passou na entrevista inicial e estava indo ao encontro do diretor para a entrevista final. O diretor viu seu CV, era excelente. E perguntou-lhe:
– Você recebeu alguma bolsa na escola? – o jovem respondeu – Não.
– Foi o seu pai que pagou pela sua educação?
– Sim – respondeu ele.
– Onde é que seu pai trabalha?
– Meu pai faz trabalhos de serralheria.

O diretor pediu ao jovem para mostrar suas mãos.
O jovem mostrou um par de mãos suaves e perfeitas.

– Você já ajudou seu pai no seu trabalho?
– Nunca, meus pais sempre quiseram que eu estudasse e lesse mais livros. Além disso, ele pode fazer essas tarefas melhor do que eu.

O Diretor lhe disse:
– Eu tenho um pedido: quando você for para casa hoje, vá e lave as mãos de seu pai. E venha me ver amanhã de manhã.

O jovem sentiu que a sua chance de conseguir o trabalho era alta!

Quando voltou para casa, ele pediu a seu pai para deixá-lo lavar suas mãos.
Seu pai se sentiu estranho, feliz, mas com uma mistura de sentimentos e mostrou as mãos para o filho. O rapaz lavou as mãos de seu pai lentamente. Foi a primeira vez que ele percebeu que as mãos de seu pai estavam enrugadas e tinham muitas cicatrizes. Algumas contusões eram tão dolorosas que sua pele se arrepiou quando ele a tocou.
Esta foi a primeira vez que o rapaz se deu conta do significado deste par de mãos trabalhando todos os dias para pagar seus estudos. As contusões nas mãos eram o preço que seu pai teve que pagar por sua educação, suas atividades escolares e seu futuro.
Depois de limpar as mãos de seu pai, o jovem ficou em silêncio organizando e limpando a oficina do pai. Naquela noite, pai e filho conversaram por um longo tempo.

Na manhã seguinte, o jovem foi encontra-se com o Diretor.
O diretor percebeu as lágrimas nos olhos do moço quando ele perguntou:
– Você pode me dizer o que você fez e aprendeu ontem em sua casa?
O rapaz respondeu:
– Lavei as mãos de meu pai e também terminei de limpar e organizar sua oficina. Agora eu sei o que é valorizar, reconhecer. Sem meus pais, eu não seria quem eu sou hoje… Por ajudar o meu pai agora eu percebo o quão difícil e duro é para conseguir fazer algo sozinho. Aprendi a apreciar a importância e o valor de ajudar a família.

O diretor disse:
– Isso é o que eu procuro no meu pessoal. Quero contratar uma pessoa que possa apreciar a ajuda dos outros, uma pessoa que conhece os sofrimentos dos outros para fazer as coisas, e que não coloca o dinheiro como seu único objetivo na vida. Você está contratado.

Uma criança que tenha sido protegida e habitualmente dado a ela o que quer, desenvolve uma mentalidade de “Tenho direito” e sempre se coloca em primeiro lugar. Ignora os esforços de seus pais.
Se somos esse tipo de pais protetores, estamos realmente demonstrando amor ou estamos destruindo nossos filhos?
Você pode dar ao seu filho uma casa grande, boa comida, educação de ponta, uma televisão de tela grande… Mas quando você está lavando o chão ou pintando uma parede, por favor, o faça experimentar isso também . Depois de comer, que lave os pratos com seus irmãos e irmãs. Não é porque você não tem dinheiro para contratar alguém que faça isso; é porque você quer amar do jeito certo. Não importa o quão rico você é, você quer entender. Um dia, você vai ter cabelos brancos como a mãe ou o pai deste jovem.

O mais importante é que a criança aprenda a apreciar o esforço e ter a experiência da dificuldade, aprendendo a capacidade de trabalhar com os outros para fazer as coisas.

(Tradução da postagem de Adri Gehlen Korb)

cicatriz

Uma Ostra que não foi ferida

ostra

“Uma ostra que não foi ferida não produz pérolas.”
Pérolas são produtos da dor; resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou grão de areia. Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada nácar.

Quando um grão de areia a penetra, ás células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra. Como resultado, uma linda pérola vai se formando. Uma ostra que não foi ferida, de modo algum produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada.

O mesmo pode acontecer conosco. Se você já sentiu ferido pelas palavras rudes de alguém? Já foi acusado de ter dito coisas que não disse? Suas idéias já foram rejeitadas ou mal interpretadas? Você já sofreu o duro golpe do preconceito? Já recebeu o troco da indiferença?
Então, produza uma pérola ! Cubra suas mágoas com várias camadas de AMOR.

Infelizmente, são poucas as pessoas que se interessam por esse tipo de movimento. A maioria aprende apenas a cultivar ressentimentos, mágoas, deixando as feridas abertas e alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e, portanto, não permitindo que cicatrizem.

Assim, na prática, o que vemos são muitas “Ostras Vazias”, não porque não tenham sido feridas, mas porque não souberam perdoar, compreender e transformar a dor em amor. Um sorriso, um olhar, um gesto, na maioria das vezes, vale mais do que mil palavras!

cicatriz

AMASSADO

 bola_de_papel_jpg_by_gianferdinand-d54scb6

Quando criança, por causa de meu caráter impulsivo, tinha raiva a menor provocação.
Na maioria das vezes, depois de um desses incidentes me sentia envergonhado e me esforçava por consolar a quem tinha magoado.
Um dia, meu professor me viu pedindo desculpas depois de uma explosão de raiva, me entregou uma
folha de papel lisa e me disse:
– Amasse-a!
Com medo, obedeci e fiz com ela uma bolinha.
– Agora – voltou a dizer-me –
deixe-a como estava antes.
É óbvio que não pude deixá-la como antes.
Por mais que tentei, o papel ficou cheio de pregas.
Então, disse-me o professor:
– O coração das pessoas é como esse papel…
A impressão que neles deixamos será tão difícil de apagar como esses amassados.

Assim aprendi a ser mais compreensivo e mais paciente. Quando sinto vontade de estourar, lembro deste papel amassado.

A impressão que deixamos nas pessoas é impossível de apagar.
Quando magoamos com nossas ações ou com nossas palavras, logo queremos consertar o erro, mas é tarde demais.
Alguém disse, certa vez: “Fale quando tuas palavras sejam tão suaves como o silêncio”

cicatriz, Livramento

CICATRIZES

MAO DE DEUS

Num dia caloroso de verão no sul da Florida, um garoto decidiu ir
nadar no lago atrás de sua casa.

Saiu correndo pela
porta traseira, se jogou na água e ficou nadando feliz.

Sua mãe desde a casa olhava pela janela, e viu com horror o que
estava acontecendo.

Em seguida correu atrás de seu filho gritando o mais forte que podia.
Ouvindo a mãe, o menino se tocou, olhou e foi nadando ate ela. Porém era tarde, muito tarde.

A mãe conseguiu agarrar o menino pelos braços
justo quando o animal agarrava suas pernas. A mulher lutava determinada, com toda a força do seu coração.  

O crocodilo era mais forte, mas a mãe era muito mais apaixonada e seu amor não a abandonava.
Um senhor que escutou os gritos correu para o lugar com uma pistola e matou o crocodilo.

O menino sobreviveu e, ainda que suas pernas tenham sofrido
bastante, ele pôde voltar a caminhar.

Quando saiu do trauma, um enfermeiro lhe perguntou se
ele queria mostrar as cicatrizes das suas pernas.

O menino levantou o
lençol e mostrou ao rapaz.

Então, com grande orgulho e arregaçando as mangas
ele disse: “Mas as que você deve ver são estas”.
Eram as marcas das unhas da sua mãe que haviam pressionado  com força sua pele.
“As tenho porque mamãe não me soltou e salvou minha vida”.

Nos também temos cicatrizes de um passado
doloroso.

Algumas foram causadas por nossos pecados, por pequenos ou grandes erros,

por desobediência, porem algumas foram das unhas de Deus que nos segurou

com força para que não caíssemos nas garras do mal.

 Deus te abençoe sempre…

mas lembra que se alguma vez doeu tua alma, foi porque Deus te agarrou bem forte para que não caísses.

 

azul

cicatriz, Conto, mae

CICATRIZES

Num dia caloroso de verão no sul da Florida, um garoto decidiu ir
nadar no lago atrás de sua casa. 

Saiu correndo pela
porta traseira, se jogou na água e ficou nadando feliz.

Sua mãe desde a casa olhava pela janela, e viu com horror o que
estava acontecendo. 

Em seguida correu atrás de seu filho gritando o mais forte que podia.
Ouvindo a mãe, o menino se tocou, olhou e foi nadando ate ela. Porém era tarde, muito tarde. 

A mãe conseguiu agarrar o menino pelos braços
justo quando o animal agarrava suas pernas. A mulher lutava determinada, com toda a força do seu coração. 

O crocodilo era mais forte, mas a mãe era muito mais apaixonada e seu amor não a abandonava.

Um senhor que escutou os gritos correu para o lugar com uma pistola e matou o crocodilo.

O menino sobreviveu e, ainda que suas pernas tenham sofrido
bastante, ele pôde voltar a caminhar.


Quando saiu do trauma, um enfermeiro lhe perguntou se
ele podia mostrar as cicatrizes das suas pernas. 

O menino levantou o lençol e mostrou ao rapaz. 

Então, com grande orgulho e arregaçando as mangas
ele disse: “Mas as que você deve ver são estas”.

Eram as marcas das unhas da sua mãe que haviam pressionado  com força sua pele.

“As tenho porque mamãe não me soltou e salvou minha vida”.

Moral da Historia:

Nos também temos cicatrizes de um passado doloroso. 

Algumas foram causadas por nossos pecados, 

por pequenas ou grandes falhas, por desobediência, porem algumas foram das unhas de Deus que nos segurou com força para que não caíssemos nas garras do mal. 

Jesus te abençoe sempre…

mas lembra que se alguma vez doeu tua alma, foi porque Deus te agarrou bem forte para não te perder.

cicatriz, ensino

PREGOS NO POSTE


“Era uma vez um fazendeiro que tinha um filho chamado John, um menino muito habilidoso, mas inconseqüente e desatento ao que lhe diziam para fazer.

Um dia, o pai lhe disse:

– John, você é tão descuidado e distraído, toda vez que fizer algo errado, vou enfiar um prego neste poste, para você reparar quantas vezes você faz bobagens. E toda vez que você agir certo, vou retirar um prego.

O pai fez o que disse, e todo dia tinha um monte de prego para enfiar, mas raramente algum para retirar.

Por fim, John reparou que o poste já estava muito coberto de pregos e sentiu vergonha de tantas falhas. Resolveu ser um menino melhor e, no dia seguinte, foi tão bom e cuidadoso que vários pregos foram retirados. No dia seguinte, foi a mesma coisa, e assim por um longo tempo, até que finalmente só restou um prego. Seu pai o chamou e disse:

– Olhe, John, este é o último prego e já vou retirá-lo. Está contente ?

John olhou para o poste e então, em vez de mostrar alegria como o pai esperava, explodiu em lágrima.

– Ora – disse o pai – o que foi ?? Pensei que você ia ficar muito feliz; os pregos acabaram-se todos !!

– É – soluçou John – “os pregos” sumiram, mas as “marcas ainda estão aí.”

E é a mesma coisa com nossas faltas e os maus hábitos, podemos superá-los, consertá-los pouco a pouco, mas as marcas ficam. Por isso, a cada vez que percebemos estar fazendo alguma coisa errada ou adquirindo um mau hábito, é bom pararmos logo. Pois cada vez que cedermos, vamos estar enfiando um outro prego e isso vai deixar uma “marca” em nossa alma, mesmo que, mais tarde, o prego seja retirado.

_________________________________________________Vivas_______